AEB Diário – terça-feira, 17/11/2020

Legislação

1 – Legislação Federal publicada na Edição do DOU de 17.11.2020 – Edição:

Pág.  43 – Resolução Câmara de Comércio Exterior GECEX nº 120, de 16/11/2020 –  Dispõe sobre a suspensão de concessões assumidas pelo Brasil em razão do Acordo Geral de Tarifas e Comércio de 1994 para uma lista de produtos importados originários da Costa Rica, em conformidade com o previsto no Art. 8.2 do Acordo de Salvaguardas da Organização Mundial do Comércio, por meio de alteração temporária das alíquotas do Imposto de Importação.

Consultar DOU 17.11.2020

Notícias

O 39° ENAEX foi um sucesso, pessoas de mais de 30 países acompanharam a primeira edição online ao vivo. Você ainda pode fazer parte desse momento, acesse enaex.com.br e fique por dentro de tudo que aconteceu nessa edição histórica!

Serviços Internacionais: Siscoserv e o Futuro das Informações

Ao expor um pouco da história do comércio multilateral de serviços, pode-se resgatar a implantação do Acordo Geral sobre o Comércio de Serviços (GATS) e apontar a importância do setor terciário brasileiro, que envolve atividades de aquisição e venda de serviços internacionais. Importante lembrar o esforço da sociedade privada e do governo federal no desenvolvimento do Sistema de Comércio Exterior de Serviços e Intangíveis (Siscoserv) para:(…) [Leia a matéria completa em Funcex Publicações]

Na contramão de Bolsonaro, agronegócio quer construir pontes com Biden

O presidente Jair Bolsonaro pode até não ter reconhecido o democrata Joe Biden como o governante eleito dos Estados Unidos e ainda chamar o futuro mandatário de “candidato a chefe de Estado”, mas os representantes do agronegócio não pensam assim. [Leia a matéria completa em Portos e Navios]

Guedes vê recuperação clínica da economia encomendada

(…) “Temos que trabalhar a recuperação sustentável nos próximos anos”, disse Guedes, que participou do 39° Encontro Nacional de Comércio Exterior (ENAEX). Para ele, isso passa pela redução do custo Brasil, o que se vier acontecer recairá na industrialização da economia, o que já acontece no setor agropecuário. No agro, de acordo com o ministro, o Brail não é mais um mero exportador de commodities, mas também de produtos processados. [Leia a matéria completa em Tribuna do Norte]