MDIC participa da VII Convenção da Associação Latino-Americana de Exportadores de Serviços
22/11/2017 - MDIC
 

 Em evento realizado na cidade do Quito, no Equador, na última quarta-feira (15), a diretora do Departamento de Competitividade Internacional em Comércio e Serviços, Renata Carvalho, representou a Secretaria de Comércio e Serviços do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (SCS/MDIC) na VII Convenção Anual da Associação Latino-Americana de Exportadores de Serviços (ALES). O evento reuniu mais de 300 empresas do setor de serviços da região e importantes players dos Estados Unidos e Europa, além de delegados de 17 países, organizações de promoção das exportações e investimentos, câmaras de comércio e associações de exportadores. Neste ano, o tema da Convenção foi educação, em particular, da qualificação dos recursos humanos como forma de promover o aumento da competividade do setor de serviços. A diretora da SCS participou como moderadora do painel sobre “as experiências e casos de sucesso de internacionalização de serviços educacionais”, que destacou pontos como a crescente digitalização da economia e seus efeitos disruptivos sobre os empregos, a manutenção das competências necessárias para garantir a empregabilidade e a formação de novos empreendedores. “Como resultado das discussões, os participantes reconheceram que o desenvolvimento e aperfeiçoamento da inteligência artificial, a internet das coisas, o surgimento de novos modelos de negócios como Uber e Airbnb, e o crescimento das grandes plataformas de e-commerce, além de outros que poderão emergir, atuam de modo a modificar a natureza e as condições do trabalho. E o que é mais preocupante: alteram as competências e habilidades necessárias do ponto de vista das pessoas. Tudo isso faz com que os sistemas educacionais, e as instituições de ensino, tenham que mover-se de forma acelerada no sentido de transformar esses desafios em oportunidades”, contou Renata Carvalho. Além do MDIC, o Brasil também foi representado no evento pelo presidente da Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB)José Augusto de Castroque é membro da ALES, e pelo membro da Diretoria da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), Rubens Torres Medrano, além de diversas empresas brasileiras. A sétima edição da convenção da ALES também abordou a convergência regional do setor de serviços, focando em temas como a geopolítica do comércio internacional de serviços, o exame das políticas públicas para a convergência e harmonização regulatória, o impacto social das empresas de serviços e decisões empresariais de localização no exterior, nas oportunidades em TI existentes na América Latina e Caribe, nas emergências das indústrias criativas e na internacionalização dos serviços profissionais. O evento também foi dedicado às rodas de negócios entre as empresas participantes, com atividades organizadas pelo Instituto de Promoção das Exportações e Investimentos Estrangeiros do Equador (PRO ECUADOR). A Associação Latino-Americana de Exportadores de Serviços (ALES) é um organismo regional que reúne 37 instituições públicas e privadas de 17 países. A ALES atua para promover a América Latina como uma plataforma de serviços globais e fomentar um melhor posicionamento da região no mercado internacional de serviços. A Associação é composta por instituições públicas e privadas de 17 países. Além do Brasil, fazem parte da ALES: Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, El Salvador, Guatemala, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, República Dominicana e Uruguai.