Tel.: 55-21-2544-0048 - Fax: 55-21-2544-0577 - E-mail: aebbras@aeb.org.br
Página Inicial
 
 
área do associado
E-mail 
Senha 
Acessar   |    Recuperar Senha  
 
 

13/11/2015 - Paulo Antonio De Lello - Membro da Câmara de Logística Integrada - AEB
Projeto: Portal Brasil - Porto de Houston

PROJETO:  PORTAL BRASIL-PORTO DE HOUSTON

                                                                                                                 

Como parte da estratégia de atuação da AEB – Associação de Comércio Exterior do Brasil – para o crescimento em volume e qualidade do Comércio Exterior Brasileiro, dentro de seu programa de “Criação de Portais de Comércio Exterior para EUA e EUROPA” capitaneado pela CLI – Câmara de Logística Integrada da AEB, está sendo desenvolvido o importante projeto PORTAL BRASIL-PORTO DE HOUSTON, ou seja, o Porto de Houston como o portal dos Estados Unidos para as cargas das exportações e importações brasileiras, um programa de cooperação entre a AEB e P.H.A. – Port of Houston Authority – que visa aumentar o fluxo de cargas entre portos brasileiros e o Porto de Houston para que este porto possa se consolidar como um centro de distribuição de cargas brasileiras nos EUA, com custos mais baixos e melhor desempenho logístico.

 

Seguem abaixo informações a respeito do Porto de Houston as quais justificam a escolha deste porto para projeto da AEB:

 

1)      LOCALIZAÇÃO ESTRATÉGICA

  • Mercado local enorme: 25,8 milhões de consumidores dentro de 483 Km, 39,8 milhões dentro de 805 km, e 141,8 milhões dentro de 1610 Km (45,9% da população americana).
  • TEXAS é a 2ª maior economia dos EUA, com PIB de $ 1,40 Trilhões (seria um país com o 13º PIB do mundo), e com as 51 empresas dentre as 500 maiores do mundo (Fortune).
  • HOUSTON é a 4ª maior região metropolitana dos EUA, com 25 sedes das “Fortune 500”, com crescimento previsto de mais de 9,2% nos próximos 5 anos.
  • É um perfeito centro logístico com transporte multimodal que liga o porto ao país inteiro, através de 3 importantes ferrovias (BNSF, UP, KCS), 16 redes rodoviárias intra e interestaduais, mais de 900 Km de rodovias e rodoanéis locais, 1400 transportadoras, e conta com excelente serviço de cabotagem, hidrovias e aeroportos.
  • Portal para as Américas (EUA, México, Canada, América Central e Caribe)

 

2)      INFRAESTRUTURA FORTE

  • Sistema de Aeroportos Top-In-Class
  • Acessos ferroviários, hidroviários e rodoviários eficazes e eficientes para cada um dos terminais do porto.
  • Forte presença portuária para todos os tipos de carga. O Canal de Navegação de Houston possui uma extensão de cerca de 80 Km e todo o complexo portuário da região, com mais de 100 berços, está sob a jurisdição do P.H.A. (Port of Houston Authority) e que, além dos terminais privados, também administra 6 terminais públicos com 44 berços de carga geral, 19 berços para containers, 5 berços para cargas líquidas e 3 berços para utilização de órgãos públicos.

3)      AMBIENTE PRO-BUSINESS

  • Possibilidade de financiamento do Governo Americano para investimentos nos portos brasileiros elencados, por onde passarão as cargas do Porto de Houston.
  • Ótimo relacionamento entre a CLI e “Port of Houston Authority”
  • Forte interesse do “Port of Houston Authority” em aumentar o fluxo de cargas com o Brasil, e enxerga a AEB como um excelente parceiro para o desenvolvimento deste projeto de abrangência a todo o território brasileiro.
  • Baixo nível de interferência governamental
  • Baixo nível de carga tributaria
  • Baixos custos ambientais
  • Relações trabalhistas excelentes (Right-to-work)

4)      DADOS ESTATÍSTICOS DO PORTO DE HOUSTON

  • O Porto de Houston é o porto americano por onde passa o maior volume de cargas brasileiras, tanto de exportação quanto de importação.
  • É o maior porto americano e o 13º do mundo em tonelagem de carga, com 163 milhões de toneladas por ano.
  • Também é o principal porto americano no setor de Petróleo, Aço e cargas de projeto.
  • É o 6º porto dos EUA na movimentação de containers. O Brasil hoje é o maior destino e origem das cargas conteinerizadas do Porto de Houston.
  • Em 2014 o complexo portuário movimentou cerca de 238 milhões de toneladas entre longo curso e cabotagem, 1,95 milhões de TEUs, com 8.339 atracações de navios e 200 mil de barcaças.

 A CLI está coordenando este projeto e trabalhando fortemente com seu Grupo de Trabalho, em conjunto com o representando do P.H.A. na América Latina, Sr. John Cuttino, com diversas reuniões no Rio de Janeiro e também em São Paulo, e já conseguiu apresentar um Termo de Cooperação a ser assinado pela AEB e P.H.A., cujo conteúdo já foi aprovado por ambas as instituições signatárias.

 

O projeto está sendo considerado totalmente factível pois conta com o interesse e a provável aderência de todas as partes envolvidas, ou seja, “Port of Houston Authority”, Governo Americano, os portos brasileiros a serem elencados para o projeto, os exportadores, importadores, operadores portuários, associações dos diversos prestadores de serviços do segmento e, certamente o Governo Brasileiro que tem metas de estimular as exportações para melhorar o desempenho da Economia.

 

Rio de Janeiro, 13 de novembro de 2015.

Paulo Antonio De Lello

 

 

 


Outros Artigos de Artigos AEB
 
08/12/2015 - Estado de S. Paulo - Mauro Laviola
União Europeia descarta o Mercosul?
 
05/10/2015 - RBCE - José Augusto de Castro
A equalização de taxa de juros e sua função de suporte para a competividade da exportação brasileira
 
05/10/2015 - RBCE - Roberto Giannetti da Fonseca
O papel do inanciamento às exportações na promoção do comércio exterior brasileiro

ver todas
 
voltar     |     topo     |     imprimir
Av. General Justo, 335, 5º andar – Centro
20021-130 – Rio de Janeiro – RJ
Tel.: 55-21-2544-0048/2544-0180/2544-0313/2544-0434
Fax: 55-21-2544-0577
E-mail: aebbras@aeb.org.br
  Copyright © 2011 - Associação de Comércio Exterior do Brasil - AEB