Notícias em Destaque

18/07/2019

A previsão elaborada pela Associação de Comércio Exterior do Brasil - AEB para a Balança Comercial em 2019, detalhada por fator agregado na exportação e por categoria de uso na importação, com os seguintes valores totais:

  • exportações de US$ 220,117 bilhões em 2019, queda de 7,3% em relação aos US$ 237,485 bilhões estimados para 2018;
  • importações de US$ 186,360 bilhões em 2019, aumento de 2,1% em relação aos US$ 182,534 bilhões estimados para 2018;  
  • superávit de US$ 33,757 bilhões em 2019, queda de 38,6% em relação aos US$ 54,951 bilhões estimados para 2018.  

 

Como informação complementar, as duas previsões elaboradas pela AEB para o ano de 2018 tiveram os seguintes dados:

  • previsão em 14.12.2017, exportações de US$ 218,966 bilhões, importações de US$ 168,625 bilhões e superávit de US$ 50,341 bilhões;
  • revisão em 24.07.2018, exportações de US$ 224,445 bilhões, importações de US$ 168,130 bilhões e superávit de US$56,315 bilhões.

 

EXPORTAÇÃO

PRODUTOS

2019

2018

VARIAÇÃO %

US$ BILHÕES

US$ BILHÕES

2019 / 2018

 

BÁSICOS

115,269

119,306

- 3,4

 

INDUSTRIALIZADOS

108,488

117,113

- 7,4

  • Semimanufaturados

30,013

30,565

- 1,8

  • Manufaturados

78,475

86,548

- 9,3

 

OPERAÇÕES ESPECIAIS

- 0 -

3,470

- 0 -

 

TOTAL

223,757

239,889

- 6,7

 

IMPORTAÇÃO

PRODUTOS

2019

2018

VARIAÇÃO %

US$ BILHÕES

US$ BILHÕES

2019 / 2018

 

BENS INTERMEDIÁRIOS

103,976

104,959

- 0,9

 

BENS DE CONSUMO

24,324

25,475

- 4,5

  • Não Duráveis/Semiduráveis

18,839

19,248

- 2,1

  • Duráveis

5,485

6,227

- 11,9

 

COMBUSTÍVEIS E LUBRIFICANTES

                   20,930

                         22,033

                          -5,0

  • Básicos

10,392

10,892

- 4,6

  • Elaborados

10,538

11,141

- 5,4

 

BENS NÃO ESPECIFICADOS

0,100

0,169

- 40,8

 

TOTAL

171,509

181,225

- 5,4

 

 

2019

2018

VARIAÇÃO %

US$ BILHÕES

US$ BILHÕES

2019 / 2018

SALDO

52,248

58,664

-10,9

 

CENÁRIOS, PROJEÇÕES, DADOS E PARTICULARIDADES DO COMÉRCIO EXTERIOR BRASILEIRO EM 2019

 

A presente revisão das previsões para o comércio exterior em 2019 está sujeita a mudanças bruscas decorrente de impactos gerados, principalmente por fatores externos;

Entre os fatores que tem provocado oscilações, para cima ou para baixo, nas cotações e/ou quantum das commodities, podem ser citados os seguintes:

  • Guerra comercial entre EUA e China, e indiretamente com a União Européia;
  • Crise nuclear EUA x Irã;
  • Peste suína na China, com impactos nas negociações da soja e das carnes;
  • Rompimento da barragem de Brumadinho e reflexos em minério de ferro;
  • Reversão das projeções de crescimento do PIB brasileiro;
  • Menor crescimento do PIB da China;
  • Agravamento da crise econômica na Argentina.

 

Os dados projetados para a balança comercial em 2019 mostram exportações de US$223,757 bilhões com queda de 6,7% em relação a 2018, importações de US$171,509 bilhões com queda de 5,4%, e superávit comercial NEGATIVO de US$52,248 bilhões com queda de 10,9%;

O superávit comercial a ser obtido pelo Brasil em 2019 será triplamente negativo, pois será obtido com queda das exportações e importações, e do próprio superávit, ainda que robusto, mas sem gerar atividade econômica, que é proporcionada pela corrente de comércio, também em queda de 6,1%;

A corrente de comércio, projetada em US$395,266 bilhões para 2019 será menor que os US$421,114 bilhões apurados em 2018, e ainda mais distante do recorde de US$482,292 bilhões obtido no ano de 2011, além de voltar a ficar abaixo de US$400 bilhões;

O item relativo a OPERAÇÕES ESPECIAIS (fornecimento de bordo, reexportação, etc) deixou de ser agrupado em um único item, que vigorou até 2018, e a partir de 2019 passou a ser distribuído entre os demais itens;

Exceção ao ano 2018, desde 2014 as exportações brasileiras de manufaturados permanecem estagnadas em patamar inferior a US$80 bilhões e em valores menores que as exportações de 2007, especialmente após a forte crise vigente na Argentina, com taxa de câmbio desequilibrada, que provoca recessão econômica, contenção das importações com medidas protecionistas, tudo para gerar superávit comercial;

Em 2019, apesar da crise, a Argentina deve manter o posto de segundo maior importador de manufaturados brasileiros. Porém, neste ano de 2019, o Brasil poderá ter déficit comercial com a Argentina, o primeiro desde 2003;

Por outro lado, as exportações do Brasil para a Argentina estão em forte queda, pois em 2017 foram de US$17,619 bilhões, caíram em 2018 para US$14,951 bilhões e nova queda é projetada para 2019 no montante de US$10,200 bilhões;  

Em 2019, apesar de fortes oscilações nos três principais produtos de exportação, soja, petróleo e minério de ferro manterão representatividade próximo a 32%, consolidando o peso das commodities nas exportações e no superávit comercial, reforçando a imperiosa necessidade de reformas estruturais para reduzir o Custo-Brasil e gerar competitividade nas exportações de manufaturados;

A soja, pelo quinto ano consecutivo, será o principal produto de exportação do Brasil, com o petróleo na segunda posição e minério de ferro em terceiro, mas com pequenas diferenças entre si;

Até junho foram embarcadas 44,5 milhões de toneladas de soja em grão, representando 62% das 72 milhões de toneladas previstas para embarque em 2019;

Todos os 10 principais produtos exportados pelo Brasil são commodities, sem nenhum manufaturado, comprovando a perda de competitividade dos produtos manufaturados;

O quadro abaixo mostra pequenas oscilações entre as cotações médias efetivas das principais commodities no 1º semestre e as projetadas para o 2º semestre, mas que ainda podem ser impactadas por fatores imprevistos diversos, especialmente externos:

PRODUTOS

COTAÇÕES MÉDIAS EM  2019 – US$/ton

1º Semestre

2º Semestre

Var % Sem. 2º / 1º

Minério de ferro

59,97

68,00

13,4

Petróleo

406,06

380,00

- 6,4

Soja em grão

350,62

355,00

1,2

Carne de frango

1.617,30

1.700,00

5,1

Carne suína

2.136,59

2.400,00

12,3

Carne bovina

3.790,82

3.800,00

0,2

Açúcar bruto

284,53

280,00

- 1,6

Açúcar refinado

359,69

360,00

0,1

Café

2.084,55

2.000,00

- 4,1

Celulose

553,29

540,00

- 2,4

Óleos combustíveis

406,81

420,00

3,2

 

 

  • A projeção da taxa cambial para o final de 2019 poderá ser influenciada pelo nível dos juros nos Estados Unidos, por eventuais decisões do Presidente Trump, por decisões do Governo Bolsonaro e pela aprovação das reformas estruturais, com as cotações podendo oscilar entre o mínimo de R$3,65 e R$3,90;
  • Em 2019, o elevado "Custo-Brasil" mantém o Brasil excluído das cadeias globais de valor e, indiretamente, provocando seu isolamento comercial, resultando em baixo volume de exportações de produtos manufaturados e perda de empregos qualificados;
  • Os dados projetados de exportação e importação para 2019, sinalizam que o Brasil ocupará, respectivamente, a 29ª posição no ranking de exportação e 30ª em importação, além de manter a estagnada ao redor de 1,1% a participação nas exportações mundiais.

 

VARIAÇÕES PROJETADAS NOS PRINCIPAIS PRODUTOS DE EXPORTAÇÃO

 

BÁSICOS

PRODUTOS

2019

2018

VARIAÇÃO %

US$ BILHÕES*

US$ BILHÕES

2019 / 2018

Soja em grão

$15,606 + 27 t x $355 = $25,191

 33,191

- 24,1

Petróleo em bruto

$11,979 + 32 t x $380 = $24,139

25,131

- 3,9

Minério de ferro

$9,738 + 182 t x $68 = $22,114

20,215

9,4

Carne de frango

$3,088 + 2,3 t x $1700 = $6,998

5,885

18,9

Farelo de soja

$2,906 + 8,3 t x $350 = $5,811

6,697

- 13,2

Carne bovina

$2,594 + 0,82 t x $3800 = $5,710

5,458

4,6

Milho em grão

$1,659 + 23,7 t x $185 = $6,043

4,034

49,8

Café em grão

$2,273 + 1,1 t x $2000 = $4,473

4,357

2,7

Minério de cobre

$1,086 + 0,7 t x $1950 = $2,451

2,640

- 7,1

Fumo em folhas

$0,949 + 0,25 t x $4000 = $1,949

1,894

2,9

Algodão em bruto

$0,910 + 0,74 t x $1,680 = $2,153

1,587

35,7

Carne suína

$0,647 + 0,4 t x $2400 = $1,607

1,071

50,0

Bovinos vivos

$0,180 + 0,1 t x $2000 = $0,380

0,534

- 28,8

Miudezas de animais

$0,227 + 0,12 t x $2000 = $0,467

0,479

- 2,5

Minério de manganês

$0,224 + 1,2 t x $150 = $0,404

0,406

- 0,5

Tripas e buchos de animais

$0,191 + 0,07 t x $2700 = $0,380

0,421

- 9,7

Arroz em grão

$0,168 + 0,6t x $320 = $0,360

0,468

 - 23,1

Carnes salgadas de frango

$0,162 + 0,07 t x $2400 = $0,330

0,266

24,1

Minério de alumínio

$0,104 + 3,4 t x $30 = $0,206

0,267

- 22,8

Amendoim em grão

$0,111 + 0,1 t x $1150 = $0,226

0,231

- 2,2

Demais produtos

$1,942 + $1,935 = $3,877

4,074

- 4,8

TOTAL

$56,744 + $58,525 = $115,269

119,306

-3,4

*Exportado no 1º semestre + projeção quantidade x preços médios no 2º semestre = Previsão total 2019

 

SEMIMANUFATURADOS

PRODUTOS

2019

2018

VARIAÇÃO %

US$ BILHÕES*

US$ BILHÕES

2019 / 2018

Celulose

$4,473 + 8,5 t x $540 = $9,063

8,349

8,5

Açúcar em bruto

$1,932 + 7,5 t x $280 = $4,032

 5,390

- 25,2

Semimanufat. ferro e aço

$2,263 + 4,9 t x $530 = $4,860

5,045

- 3,7

Ferro-ligas

$1,583 + 0,27 t x $6100 = $3,230

2,977

8,5

Ouro em formas

$1,034 + 0,027 t x $40000=$2,114

1,868

13,2

Couros e peles

$0,626 + 0,24 t x $2,750 = $1,286

1,439

- 10,6

Óleo de soja em bruto

$0,367 + 0,6 t x $630 = $0,745

0,956

- 22,1

Madeira serrada

$0,384 + 0,9 t x $420 = $0,762

0,771

- 1,2

Ferro fundido / gusa

$0,454 + 1,15 t x $370 = $0,879

0,750

17,2

Catodos de cobre

$0,135 + $0,022 t x $6100 = $269

0,288

- 6,6

Zinco em bruto

$0,095+ 0,037 t x $2800 = $0,199

0,243

- 18,1

Alumínio em bruto

$0,086 + 0,04 t x $2800 = $0,198

0,214

- 7,5

Estanho em bruto

$0,069 + 0,04 t x $2000 = $0,149

0,185

- 19,4

Borracha sintética e artificial

$0,057 + 0,029 t x $2000 = $0,115

0,133

- 13,5

Manteiga e gordura cacau

$0,067 + 0,011 t x $5700 = $0,129

0,123

4,8

Madeiras em estilhas

$0,073 + 0,77 t x $100 = $0,150

0,144

4,2

Ceras vegetais

$0,062 + 0,009 t x $7000 = $0,125

0,092

35,9

Demais produtos

$0,898 + $0,810 = $1,708

1,598

6,9

TOTAL

$14,658 + $15,355 =

$ 30,013

30,565

- 1,8

*Exportado no 1º semestre + projeção quantidade x preços médios no 2º semestre = Previsão total 2019

VARIAÇÕES PROJETADAS NOS PRINCIPAIS PRODUTOS DE EXPORTAÇÃO

MANUFATURADOS

PRODUTOS

2019

2018

VARIAÇÃO %

US$ BILHÕES*

US$ BILHÕES

2019/2018

Automóveis

1,954 + 2,106 = $4,060

5,141

- 21,0

Aviões

1,392 + 1,576 = $2,968

3,471

- 14,5

Óleos combustíveis

1,507 + 3,9 t x $420 = $3,145

3,093

1,7

Máquinas de terraplanagem

1,236 + 1,306 = $2,542

2,599

- 2,2

Óxidos hidróxidos alumínio

1,260 + 3,5 t x $360 = $2,520

2,713

- 7,1

Partes motores / turbinas avião

1,024 + 0,990 = $2,014

1,660

21,3

Autopeças

0,962 + 0,949 = $1,911

2,210

- 13,5

Motores e partes p/ veículos

1,025 + 1,086 = $2,111

2,146

- 1,6

Veículos de carga

0,730 + 0,852 = $1,582

2,272

 - 30,4

Laminados planos

0,838 + 1,5 t x $600 = $1,738

1,813

 - 4,1

Polímeros de etileno

0,774 + 0,75 t x $1070 = $1,576

1,761

- 10,5

Tratores

0,332 + 0,450 = $0,782

1,469

- 46,8

Pneumáticos

0,612 + 0,648 = $1,260

1,204

4,6

Motores e geradores

0,661 + 0,720 = $1,381

1,242

11,2

Tubos flexíveis ferro e aço

0,527+0,033 tx$16000 = $1,055

1,076

- 1,9

Tubos de ferro fundido

0,428 + 0,403 = $0,831

0,971

 - 14,4

Açúcar refinado

0,340 + 1,05 t x $360 = $0,718

1,135

- 36,7

Papel e cartão

0,547 + 0,66 t x $825 = $1,091

1,027

6,2 

Bombas e compressores

0,445 + 0,450 = $0,895

1,059

 - 15,5

Suco laranja não-congelado

0,520 + 0,88 t x $600 = $1,048

1,257

- 16,6

Calçados

0,481 + 0,508 = $0,989

0,976

1,3

Medicamentos

0,437 + 0,470 = $0,907

0,919

- 1,3

Etanol

0,342 + 0,85 t x $650 = $0,894

0,892

0,2

Fio máquina

0,418 + 0,6 t x $690 = $0,832

0,876

- 5,0

Torneiras e válvulas

0,369 + 0,360 = $0,729

0,802

 - 9,1

Madeira compensada

0,310 + 0,327 = $0,637

0,775

- 17,8

Chassis com motor

0,454 + 0,430 = $0,884

0,875

1,0

Rolamentos e engrenagens

0,365 + 0,385 = $0,750

0,710

5,6

Móveis e suas partes

0,315 + 0,375 = $0,690

0,688

0,3

Suco laranja congelado

0,266 + 0,300 = $0,566

0,880

- 35,7

Motores e turbina de aviação

0,263 + 0,250 = $0,513

0,613

- 16,3

Hidrocarbonetos

0,352 + 0,374 = $0,726

0,630

15,2

Gasolina

0,553 + 0,9 t x $580 = $1,075

0,679

58,3

Máquinas aparelhos agrícolas

0,239 + 0,254 = $0,493

0,651

- 24,3

Obras mármore e granito

0,255 + 0,270 = $0,525

0,539

- 2,6

Fios e cabos condutores

0,189 + 0,199 = $0,388

0,484

- 19,8

Instrumento aparelho medição

0,266 + 0,270 = $0,536

0,536

- 0 -

Preparações de carne bovina

0,262 + 0,285 = $0,547

0,557

- 1,8

Compostos nitrogenados

0,199 + 0,209 = $0,408

0,485

- 15,9

Café solúvel

0,260 +0,045 t x$6,100 =$0,534

0,527

1,3

Plataforma de petróleo

1,288 + 1,288 = $2,576

5,739

- 55,1

Cobre em barras, perfis, fios

0,262 + 0,282 =$0,544

0,367

48,2

Madeira perfilada

0,283 + 0,292 = $0,575

0,495

16,2

Demais produtos

12,889 + 13,040 = $25,929

26,534

- 2,2

TOTAL

38,431 + 40,044 = $78,475

86,548

- 9,3

*Exportado no 1º semestre + projeção quantidade x preços médios no 2º semestre = Previsão total 2019
*Realizado no 1º semestre + previsto no 2º semestre = Projeção total 2019

 

VARIAÇÕES PROJETADAS NOS PRINCIPAIS  PRODUTOS DE  IMPORTAÇÃO

BENS DE CAPITAL

PRODUTOS

2019

2018

VARIAÇÃO %

US$ BILHÕES*

US$ BILHÕES

2019 / 2018

Bens de capital

9,854 + 8,320 = $18,174

24,879

- 26,9

Equipamentos transporte industrial

1,821 + 2,184 = $4,005

3,710

7,9

TOTAL

11,675+10,504 = $22,179

28,589

- 22,4

*Realizado no 1º semestre + previsto no 2º semestre = Projeção total 2019

 

BENS INTERMEDIÁRIOS

PRODUTOS

2019

2018

VARIAÇÃO %

US$ BILHÕES*

US$ BILHÕES

2019 / 2018

Insumos industriais elaborados

30,897 +32,851 =$63,748

64,784

- 1,6

Insumos industriais básicos

1,559 + 1,625 = $3,184

3,302

- 3,6

Peças e acessórios para BK

9,986 + 10,920 = $20,906

19,797

5,6

Peças p/ equipamentos transporte

5,721 + 6,175 = $11,896

13,313

- 10,6

Alimentos e bebidas básicos

1,170 + 1,365 = $2,535

2,165

17,1

Alimentos e bebidas elaborados

0,797 + 0,910 = $1,707

1,599

6,7

TOTAL

50,130+53,846 = $103,976

104,959

- 0,9

*Realizado no 1º semestre + previsto no 2º semestre = Projeção total 2019

 

BENS DE  CONSUMO  NÃO DURÁVEIS  E  SEMIDURÁVEIS

PRODUTOS

2019

2018

VARIAÇÃO %

US$ BILHÕES*

US$ BILHÕES

2019 / 2018

Bens de consumo não duráveis

4,024 + 4,251 = $8,275

8,298

- 0,3

Bens de consumo semiduráveis

2,391 + 2,340 = $4,731

5,164

- 8,4

Alimentos e bebidas elaborados

1,933 + 2,080 = $4,013

4,039

- 0,6

Alimentos e bebidas básicos

0,910 + 0,910 = $1,820

1,747

4,2

TOTAL

9,258 + 9,581 = $18,839

19,248

- 2,1

*Realizado no 1º semestre + previsto no 2º semestre = Projeção total 2019

 

BENS DE CONSUMO DURÁVEIS

PRODUTOS

2019

2018

VARIAÇÃO %

US$ BILHÕES*

US$ BILHÕES

2019 / 2018

Automóveis de passageiros

1,601 + 1,846 = $3,447

4,183

- 17,6

Bens de consumo duráveis

0,998 + 1,040 = $2,038

2,044

- 0,3

TOTAL

2,599 + 2,886 = $5,485

6,227

- 11,9

*Realizado no 1º semestre + previsto no 2º semestre = Projeção total 2019

 

COMBUSTÍVEIS E LUBRIFICANTES

PRODUTOS

2019

2018

VARIAÇÃO %

US$ BILHÕES*

US$ BILHÕES

2019 / 2018

Básicos

4,932 + 5,460 = $10,392

10,892

- 4,6

Elaborados

5,143 + 5,395 = $10,538

11,141

- 5,4

TOTAL

10,075+10,855 = $20,930

22,033

- 5,0

*Realizado no 1º semestre + previsto no 2º semestre = Projeção total 2019