REVISÃO DA BALANÇA COMERCIAL PARA 2021

 

EXPORTAÇÃO
PRODUTOS 2021 (US$ BILHÕES) 2020 (US$ BILHÕES) Variação % (2021/2020)
AGROPECUÁRIA 52,456 45,217 16,0
INDÚSTRIA EXTRATIVA 78,046 48,866 59,7
IND. DE TRANSFORMAÇÃO 138,041 114,837 20,2
OUTROS PRODUTOS 1,509 0,897 68,2
TOTAL 270,052 209,817 28,7
IMPORTAÇÃO
PRODUTOS 2021 (US$ BILHÕES) 2020 (US$ BILHÕES) Variação % (2021/2020)
AGROPECUÁRIA 5,626 4,117 36,6
INDÚSTRIA EXTRATIVA 10,859 6,483 67,5
IND. DE TRANSFORMAÇÃO 182,152 147,757 23,3
OUTROS PRODUTOS 3,414 0,573 495,8
TOTAL 202,051 158,930 27,1
SALDO 68,001 50,887 33,6

 


Rio de Janeiro, 14 de julho de 2021

REVISÃO DE CENÁRIOS, PROJEÇÕES, DADOS E PARTICULARIDADES DO COMÉRCIO EXTERIOR BRASILEIRO EM 2021

 

1 – CENÁRIOS CONSIDERADOS

– A economia e o comércio mundial continuam sendo impactados, direta e indiretamente, pela pandemia do Covid-19, provocando em 2021 mudanças bruscas de cenários e projeções, tanto decorrentes de fatores externos como internos, afetando os dados de exportação e importação;

– Isoladamente, a pandemia tem sido o principal fator de incertezas econômicas em 2021, porém outros fatores têm contribuído para as oscilações constantes nas projeções, para cima ou para baixo, tornando obsoleta uma avaliação realizada com o cenário de hoje;

– Além disso, os diferentes estágios de vacinação mundial contra a Covid-19 tem provocado ajustes econômicos e iniciativas temporárias em cada país, impactando seus níveis de desenvolvimento, afetando empregos, investimentos e o comércio mundial, exemplos observados no Brasil;

– A desincronização observada entre oferta e demanda de insumos e produtos no mercado mundial, aliado aos problemas observados no transporte marítimo, com redução de rotas, falta de container e forte elevação do frete, constituem fatores que contribuem para as oscilações;

– Com este cenário, ou apesar deste cenário, as cotações das commodities estão alcançando elevados patamares, beneficiando diretamente o Brasil, que vê suas receitas de exportações atingirem recordes.

– Neste ano de 2021, as cotações das commodities estão atingindo elevados patamares. Mas a pergunta que se faz é como elas se comportarão em 2022 ? Qual será o impacto do “novo normal” na sua consolidação ? Qual ou quais serão seus reflexos na balança comercial do Brasil em 2022 ?

– O Brasil permanece mantendo elevada dependência das exportações de commodities, com os produtos manufaturados continuando a sofrer forte impacto negativo decorrente da falta de competitividades provocada pelo elevado Custo-Brasil.

 

2 – REVISÃO DAS PROJEÇÕES PARA 2021

A revisão das projeções para o comércio exterior brasileiro em 2021 foi realizada tendo como base o cenário atual, passível de fortes oscilações, com impactos sobre seus resultados.

Para 2021, são projetadas exportações de US$270,051 bilhões, elevação de 28,7% em relação ao montante de US$209,817 bilhões apurado em 2020, enquanto as importações estão previstas em US$202,051 bilhões, aumento de 27,1% em relação aos US$158,930 bilhões alcançados em 2020, e superávit de US$68,001 bilhões, elevação de 33,6% em relação aos US$50,887 bilhões obtidos em 2020.

Graças à forte elevação das cotações das commodities, com destaque para minério de ferro, petróleo em bruto e soja em grão, as projetadas exportações de US$270,051 bilhões, caso concretizadas, deverão superar o recorde de US$256,041 bilhões obtido no ano de 2011, ou seja, há 10 anos.

Como conseqüência da maior expansão das exportações e do menor crescimento das importações, deverá ser recorde o superávit comercial de US$68,001 bilhões projetado para 2021, superando o saldo de US$67,001 bilhões obtido em 2017.

A corrente de comércio, projetada em US$472,103 bilhões para 2021, ficará próxima do recorde atual de US$482,292 bilhões apurado no distante ano de 2011.

Situação similar deverá acontecer com as importações de US$202,051 bilhões, que ainda ficarão longe do recorde de US$239,621 bilhões atingido em 2013.

 

3 – PROJEÇÃO E COMPARAÇÃO DAS COMMODITIES

Os quadros abaixo mostram as projetadas cotações médias e os volumes totais das principais commodities efetivamente exportadas pelo Brasil em 2020 e projetadas para 2021, razão de seus reflexos nas receitas de exportações.

COTAÇÕES MÉDIAS (US$/TON)
PRODUTOS EFETIVAS 2020 PROJETADAS 2021 VARIAÇÃO %
MINÉRIO DE FERRO 75 132 76
PETRÓLEO 277 404 46
SOJA EM GRÃO 344 440 28
CARNE SUÍNA 2.353 2.570 9
CARNE BOVINA 4.318 4.890 13
CARNE DE FRANGO 1.409 1.560 11
AÇUCAR 285 328 15
CAFÉ 2.096 2.235 6
CELULOSE 369 415 12
ÓLEOS COMBUSTÍVEIS 326 487 49
VOLUMES TOTAIS (TONS)
PRODUTOS EFETIVAS 2020 PROJETADAS 2021 VARIAÇÃO %
MINÉRIO DE FERRO 341,1 343 0,5
PETRÓLEO 70,2 70,2 0,0
SOJA EM GRÃO 83,0 85,1 2,5
CARNE SUÍNA 0,9 1,1 22,2
CARNE BOVINA 1,7 1,68 -1,2
CARNE DE FRANGO 3,9 4,1 5,1
AÇUCAR 30,8 32,8 6,5
CAFÉ 2,3 2,3 0,0
CELULOSE 16,2 18,6 14,8
ÓLEOS COMBUSTÍVEIS 15,5 14 -9,7

 

4 – PARTICULARIDADES

• Em 2021 as exportações de soja em grão deverão atingir 85 milhões de toneladas, novo recorde, superando as 83 milhões de toneladas exportadas em 2020;
• Após a soja em grão liderar as exportações nos últimos seis anos, em 2021 o minério de ferro assumirá este posto, graças às projetadas exportações de US$45,244 bilhões;
• O aumento projetado de 28,7% nas exportações e crescimento de 27,1% nas importações brasileiras contribuirão de forma positiva no cálculo do PIB de 2021;
• Soja em grão, petróleo em bruto e minério de ferro deverão ser responsáveis pelo recorde de 41,1% das exportações totais projetadas para 2021, que alcançaram 35,4% em 2020, ratificando a força dessas commodities nas exportações brasileiras;
• Todos os 14 principais produtos exportados pelo Brasil são commodities, comprovando a perda de competitividade dos produtos manufaturados;
• A flutuante taxa cambial ainda deverá ser motivo de altas e baixas em 2021, num mercado volátil e sujeito a fatores externos e internos impactando suas cotações, que devem oscilar entre o mínimo de R$4,70 e o máximo de R$5,50, sendo R$5,20 a taxa mediana;
• Os dados projetados de exportação e importação para 2021 sinalizam que o Brasil poderá deixar a atual 26ª posição no ranking mundial de exportação e ganhar entre 3 e 5 posições. Situação similar poderá ocorrer com as importações, com o Brasil deixando a atual 29ª posição e ganhando entre 3 e 5 posições.

 

5 – FUTURO DO BRASIL E DO COMÉRCIO EXTERIOR

O futuro do Brasil, e do comércio exterior em particular, depende da realização de duas tarefas indispensáveis: aprovar as reformas estruturais e reduzir o Custo-Brasil.

A ausência destas reformas e iniciativas é responsável pelas exportações de produtos manufaturados terem atualmente valor nominal inferior ao exportado em 2007.

Como 2022 será ano de eleições presidenciais, neste segundo semestre de 2021 todos temos que juntar esforços e agregar pensamentos em prol de um objetivo comum, representado pela saúde econômica, social e política do Brasil.

E para se alcançar este objetivo dependemos exclusivamente de nós, brasileiras e brasileiros.

 

VARIAÇÕES PROJETADAS NOS PRINCIPAIS PRODUTOS DE EXPORTAÇÃO

AGROPECUÁRIA
PRODUTOS 2021* (US$ BILHÕES) 2020 (US$ BILHÕES) VARIAÇÃO % (2021/2020)
SOJA EM GRÃO 24,811 + 27,5 t x $460 = 37,461 28,566 31,1
MILHO 0,762 + 20 t x $210 = 4,962 5,916 – 16,1
CAFÉ NÃO TORRADO 2,721 + 1,1 t x $2,200 = 5,141 4,973 3,4
ALGODÃO EM BRUTO 1,852 + 0,3 t x $1,700 = 2,362 3,226 – 26,8
FRUTAS E NOZES 0,464 + 0,5 t x $930 = 0,929 0,917 1,3
ANIMAS VIVOS, EXCL. PESCADOS 0,071 + 0,01 t x $7,000 = 0,141 0,304 – 53,6
ESPECIARIAS 0,156 + 0,06 t x $2,600 = 0,312 0,266 17,3
MADEIRA EM BRUTO 0,106 + 1,2 t x $80 = 0,202 0,116 74,1
TRIGO E CENTEIO 0,122 + 0,1 t x $220 = 0,144 0,112 28,5
MEL NATURAL 0,107 + 0,03 t x $3,000 = 0,197 0,098 101,0
DEMAIS PRODUTOS 0,295 + 0,310 = 0,605 0,723 – 16,3
TOTAL 31,468 + 20,988 = 52,456 45,217 16,0

* Exportado no 1º semestre + projeção quantidade x preços médios no 2º semestre = Previsão total 2021

 

INDÚSTRIA EXTRATIVA
PRODUTOS 2021* (US$ BILHÕES) 2020 (US$ BILHÕES) VARIAÇÃO % (2021/2020)
MINÉRIO DE FERRO 21,484 + 176 t x $135 = 45,244 25,737 75,8
PETRÓLEO EM BRUTO 14,689 + 34 t x $400 = 28,289 19,471 45,3
MINÉRIO DE COBRE 1,494 + 0,6 t x $2,850 = 3,204 2,409 33,0
OUTROS MINÉRIOS 0,145 + 1,2 t x $120 = 0,289 0,423 – 31,7
OUTROS MINERAIS EM BRUTO 0,232 + 1,3 t x $170 = 0,453 0,397 14,1
MINÉRIO DE NÍQUEL 0,100 + 0,05 t x $1,900 = 0,195 0,077 153,2
MINÉRIO DE ALUMÍNIO 0,086 + 2,5 t x $40 = 0,186 0,169 10,0
DEMAIS PRODUTOS 0,091 + 0,095 = 0,186 0,183 1,6
TOTAL 38,321 + 39,725 = 78,046 48,866 59,7

* Exportado no 1º semestre + projeção quantidade x preços médios no 2º semestre = Previsão total 2021

 

INDÚSTRIA DE TRANSFORMAÇÃO
PRODUTOS 2021* (US$ BILHÕES) 2020 (US$ BILHÕES) VARIAÇÃO % (2021/2020)
AÇÚCARES E MELAÇOS 4,146 + 20 t x $330 = 10,746 8,786 22,3
CARNE BOVINA 3,515 + 0,94 t x $5,000 = 8,215 7,446 10,3
FARELO DE SOJA 3,806 + 9 t x $430 = 7,676 6,338 21,1
CELULOSE 3,150 + 8,2 t x $440 = 6,758 5,984 12,9
CARNE DE AVES E MIUDEZAS 3,144 + 2,07 t x $1,600 = 6,456 5,555 16,2
ÓLEOS COMBUSTÍVEIS PETRÓLEO 3,255 + 7 t x $510 = 6,825 5,055 35,0
OURO NÃO MONETÁRIO 2,518 + 0,07 t x $38000 = 5,178 4,907 5,5
FERRO GUSA, SPIEGEL 2,244 + 1,7 t x $1400 = 4,624 3,766 22,8
SEMIMANUFATURADOS FERRO/AÇO 3,823 + 4,1 t x $850 = 7,308 3,231 126,2
VEÍCULOS AUTOMÓVEIS 1,667 + 1,892 = 3,559 2,713 31,2
ALUMINA – ÓXIDO DE ALUMÍNIO 1,363 + 4,9 t x $280 = 2,735 2,324 17,7
CARNE SUÍNA 1,265 + 0,6 t x $2600 = 2,825 2,120 33,2
AERONAVES E SUAS PARTES 1,261 + 1,372 = 2,633 2,398 9,8
PARTES/ACESSÓRIOS AUTOMÓVEL 1,126 + 1,251 = 2,377 1,894 25,5
MOTORES DE PISTÃO E PARTES 1,016 + 1,120 =2,139 1,700 25,8
SUCOS FRUTAS OU DE VEGETAIS 0,891 + 1,2 t x $700 = 1,731 1,603 8,0
PAPEL E CARTÃO 0,711 + 0,9 t x $860 = 1,485 1,536 – 3,3
ÁLCOOIS, FENÓIS E DERIVADOS 0,677 + 1,1 t x $675 = 1,419 1,456 – 2,5
INSTALAÇÕES/EQUIPS ENGENHARI 0,997 + 1,051 = 2,048 1,441 42,1
TABACO 0,624 + 0,22 t x $3900 = 1,482 1,433 3,4
MADEIRA  TRABALHADA 0,720 + 0,798 = 1,518 1,277 18,9
VEÍCULOS TRANSP. MERCADORIAS 0,786 + 0,904 = 1,690 1,131 49,4
GERADORES ELÉTRICOS GIRATÓRIOS 0,590 + 0,604 = 1,194 1,032 15,7
DESPOJOS COMESTÍVEIS CARNES 0,597 + 0,18 t x $3450 = 1,218 1,035 17,7
FOLHEADOS E AGLOMERADOS 0,824 + 0,844 = 1,668 1,017 64,0
GORDURAS E ÓLEOS VEGETAIS 0,982 + 0,905 = 1,887 0,905 108,5
COURO 0,676 + 0,761 = 1,437 0,970 48,1
PNEUS DE BORRACHA 0,541 + 0,581 = 1,122 0,927 21,0
OBRAS DE FERRO OU AÇO 0,305 + 0,378 = 0,683 0,856 – 20,2
MOTORES MÁQUINAS NÃO-ELÉTRIC 0,235 + 0,280 = 0,515 0,774 – 33,5
CAL CIMENTO MATERIAIS CONSTR. 0,478 + 0,501 = 0,979 0,821 19,2
ELEMENTOS QUÍMICOS INORGÂN. 0,412 + 0,422 = 0,834 0,730 14,2
CALÇADOS 0,450 + 0,484 = 0,934 0,738 26,5
OUTROS MEDICAMENTOS INCL VET 0,318 + 0,325 = 0,643 0,728 – 11,7
TORNEIRAS E VÁLVULAS 0,282 + 0,288 = 0,570 0,712 – 19,9
POLÍMEROS DE ETILENO 0,380 + 0,435 = 0,815 0,660 23,5
MÓVEIS E SUAS PARTES 0,467 + 0,480 = 0,947 0,691 37,0
VEÍCULOS RODOVIÁRIOS 0,412 + 0,522 = 0,934 0,669 39,6
OUTRAS MATÉRIAS PLÁSTICAS 0,366 + 0,375 = 0,741 0,661 12,1
OUTROS PRODUTOS COMESTÍVEIS 0,330 + 0,340 = 0,670 0,638 5,0
MATÉRIAS BRUTAS DE ANIMAIS 0,289 + 0,296 = 0,585 0,593 – 1,3
ALUMÍNIO 0,375 + 0,16 t x $2520 = 0,778 0,559 39,2
BARRAS DE FERRO E AÇO 0,337 + 0,382 = 0,719 0,585 22,9
AMIDOS E INULINA GLÚTEN DE TRIGO 0,262 + 0,281 = 0,543 0,558 – 2,7
CAFÉ TORRADO E EXTRATOS 0,262 + 0,268 = 0,530 0,555 – 4,5
OUTROS PRODUTOS IND. QUÍMICA 0,330 + 0,338 = 0,668 0,553 20,8
TUBOS E PERFIS OCOS FERRO AÇO 0,215 + 0,236 = 0,451 0,546 – 17,4
BOMBAS E COMPRESSORES DE AR 0,337 + 0,362 = 0,699 0,549 27,3
MANUFATURAS DE MADEIRA 0,299 + 0,315 = 0,614 0,525 16,9
MÁQUINAS AGRÍCOLAS E PARTES 0,294 + 0,333 = 0,627 0,501 25,1
COBRE 0,419 + 0,446 = 0,865 0,498 73,7
MÁQUINAS APARELHOS ELÉTRICOS 0,319 + 0,342 = 0,661 0,495 33,5
PRODUTOS LAMINADOS PLANOS 0,188 + 0,260 = 0,448 0,431 3,9
OUTRAS CARNES E MIUDEZAS 0,224 + 0,230 = 0,454 0,439 3,4
MEDICAMENTOS E PROD FARMAC. 0,233 + 0,262 = 0,495 0,415 19,3
MÁQUINAS NÃO-ELÉTRICAS 0,276 + 0,278 = 0,554 0,433 27,9
VEIOS TRANSMISSÃO MANIVELA 0,232 + 0,238 = 0,470 0,403 16,6
OUTROS HIDROCARBONETOS 0,216 + 0,243 = 0,459 0,269 70,6
CHAPAS, FOLHAS E TIRA PLÁSTICO 0,214 + 0,225 = 0,439 0,378 16,1
OUTRAS MÁQUINAS E EQUIPAM. 0,199 + 0,205 = 0,404 0,412 – 1,9
MATERIAIS CONSTRUÇÃO E ARGILA 0,247 + 0,255 = 0,502 0,375 33,9
COMPOSTOS FUNÇÃO NITROGÊNIO 0,256 + 0,265 = 0,521 0,373 39,7
PRODUTO PERFUMARIA TOUCADOR 0,208 + 0,234 = 0,442 0,354 24,8
INSETICIDA FUNGICIDA HERBICIDA 0,153 + 0,160 = 0,313 0,325 – 3,7
OUTROS ARTIGOS DE PLÁSTICOS 0,197 + 0,205 = 0,402 0,340 18,2
EQUIPAMENTOS TELECOMUNICAÇ 0,164 + 0,170 = 0,334 0,336 – 0,6
EQUIPAMENTOS DISTRIB. ENERGIA 0,220 + 0,225 = 0,445 0,319 39,5
DEMAIS PRODUTOS 7,101 + 7,300 = 14,401 14,060 2,4
TOTAL 65,419 + 72,622 = 138,041 114,837 20,2

* Exportado no 1º semestre + projeção quantidade x preços médios no 2º semestre = Previsão total 2021

 

VARIAÇÕES PROJETADAS NOS PRINCIPAIS PRODUTOS DE IMPORTAÇÃO

AGROPECUÁRIA
PRODUTOS 2021* (US$ BILHÕES) 2020 (US$ BILHÕES) VARIAÇÃO % (2021/2020)
TRIGO E CENTEIO 0,857 + 3,2 t x $270 = 1,721 1,343 28,1
FRUTAS E NOZES 0,214 + 0,23 t x $1300 = 0,513 0,531 – 3,4
PRODUTOS HORTÍCOLAS 0,208 + 0,28 t x $900 = 0,460 0,472 – 2,5
PESCADO INTEIRO 0,268 + 0,045 t x $7000 = 0,583 0,366 59,2
SOJA EM GRÃO 0,225 + 0,5 t x $490 = 0,470 0,273 72,2
LÁTEX BORRACHA NATURAL BALATA 0,200 + 0,11 t x $1800 = 0,398 0,246 61,7
MILHO 0,179 + 2 t x $270 = 0,719 0,203 254,2
CACAU EM BRUTO 0,104 + 0,04 t x $2500 = 0,204 0,165 23,6
MATÉRIAS VEGETAIS EM BRUTO 0,085 + 0,014 t x $8000 = 0,197 0,165 19,4
DEMAIS PRODUTOS 0,173 + 0,188 = 0,361 0,353 2,3
TOTAL 2,513 + 3,113 = 5,626 4,117 36,6

* Importado no 1º semestre + projeção quantidade x preços médios no 2º semestre = Previsão total 2021

 

INDÚSTRIA EXTRATIVA
PRODUTOS 2021* (US$ BILHÕES) 2020 (US$ BILHÕES) VARIAÇÃO % (2021/2020)
PETRÓLEO EM BRUTO 1,799 + 4,2 t x $450 = 3,689 2,614 41,1
CARVÃO 1,059 + 11 t x $100 = 2,159 1,614 33,8
GÁS NATURAL, LIQUEFEITO 1,546 + 7,2 t x $260 = 3,418 1,187 187,9
MINÉRIO DE COBRE 0,253 + 0,14 t x $2200 = 0,561 0,428 31,1
OUTROS MINÉRIOS 0,247 + 0,19 t x $1300 = 0,494 0,221 123,5
OUTROS MINERAIS EM BRUTO 0,122 + 1,2 t x $105 = 0,248 0,199 24,6
FERTILIZANTES BRUTOS 0,068 + 0,9 t x $84 = 0,144 0,149 – 3,3
DEMAIS PRODUTOS 0,071 + 0,075 = 0,146 0,071 105,6
TOTAL 5,165 + 5,694 = 10,859 6,483 67,5

* Importado no 1º semestre + projeção quantidade x preços médios no 2º semestre = Previsão total 2021

 

INDÚSTRIA DE TRANSFORMAÇÃO
PRODUTOS 2021* (US$ BILHÕES) 2020 (US$ BILHÕES) VARIAÇÃO % (2021/2020)
ADUBOS/FERTILIZANTES QUÍMICOS 4,577 + 19 t x $320 = 10,657 8,008 33,1
ÓLEOS COMBUSTÍVEIS PETRÓLEO 5,302 + 11 t x $570 = 11,572 7,387 56,6
EQUIPAMENTOS TELECOMUNICAÇÃO 3,652 + 3,919 = 7,571 6,649 13,9
PLATAFORMAS E ESTRUT. FLUTUANTES 0,674 + 0,500 = 1,174 10,232 – 785,3
VÁLVULAS E TUBOS TERMIÔNICOS 3,710 + 3,911 = 7,621 5,407 40,9
COMPOSTOS ORGANO-INORGÂNICO 2,789 + 3,240 = 6,029 5,139 17,3
OBRAS DE FERRO E AÇO 1,156 + 1,389 = 2,545 5,061 – 49,7
MEDICAMENTOS E PRODUTOS FARMAC. 2,943 + 3,462 = 6,405 4,577 39,9
INSETICIDA FUNGICIDA HERBICIDA 1,393 + 1,934 = 3,327 3,694 – 9,9
OUTROS MEDICAMENTOS INCL. VET. 1,986 + 2,244 = 4,230 3,423 23,6
PARTES VEÍCULOS AUTOMÓVEIS 3,739 + 3,943 = 7,682 3,000 156,1
TORNEIRAS E VÁLVULAS 0,808 + 1,207 = 2,015 2,901 – 30,5
MÁQUINAS APARELHOS ELÉTRICOS 1,496 + 1,566 = 3,062 2,119 44,5
APARELHOS ELÉTRICOS P LIGAÇÃO 1,389 + 1,396 = 2,785 2,021 37,8
INSTALAÇÕES E EQUIPS. ENGENH. 0,664 + 0,777 = 1,441 1,845 – 21,9
INSTRUMENTOS APARELHOS MED. 1,516 + 1,528 = 3,044 1,940 56,9
VEÍCULO TRANSPORTE MERCADOR. 1,365 + 1,624 = 2,989 1,945 53,7
VEÍCULO AUTOMÓVEL PASSAGEIRO 1,270 + 1,746 = 3,016 1,761 71,3
OUTRAS MATÉRIAS PLÁSTICAS 1,247 + 1,336 = 2,583 1,772 45,8
COMPOSTOS FUNÇÃO NITROGÊNIO 0,917 + 1,053 = 1,970 1,643 19,9
OUTROS PRODUTOS IND. QUÍMICA 0,943 + 1,023 = 1,966 1,576 24,7
BOMBAS CENTRÍFUGAS COMPRES 1,049 + 1,122 = 2,171 1,499 44,8
OUTRAS MÁQUINAS EQUIPS. ESP. 0,840 + 0,777 = 1,617 1,360 18,9
COBRE 1,299 + 0,950 = 2,249 1,375 63,6
INSTRUMENTOS APARELHOS USO MÉDICO 0,681 + 0,764 = 1,445 1,276 13,2
MÁQUINA DE PROCESSAMENTO DADOS 0,651 + 0,691 = 1,342 1,330 0,9
GERADORES ELÉTRICOS GIRATÓRIOS 0,762 + 0,870 = 1,632 1,249 30,7
AERONAVES, INCLUINDO PARTES 0,880 + 0,964 = 1,844 1,405 31,2
AQUECI / RESFRIAMENTO EQUIPS. 0,715 + 0,759 = 1,474 1,252 17,7
MOTORES PISTÃO E SUA PARTES 1,496 + 1,594 = 3,090 1,218 153,7
ÁLCOOIS, FENÓIS E DERIVADOS 0,708 + 0,687 = 1,395 1,184 17,8
TUBOS E PERFIS OCOS FERRO AÇO 0,395 + 0,397 = 0,792 1,121 – 29,3
PEÇAS, ACESSÓRIOS, MAQS. PROC. 0,733 + 0,806 = 1,539 1,136 35,5
ALUMÍNIO 1,078 + 1,323 = 2,401 1,147 109,3
MÁQUINAS DE ENERGIA ELÉTRICA 0,673 + 0,657 = 1,330 1,051 26,5
VEIOS TRANSMISSÃO MANIVELA 1,054 +1,169 = 2,223 1,031 115,6
OUTROS ARTIGOS DE PLÁSTICOS 0,692 + 0,710 = 1,402 1,013 38,4
POLÍMEROS DE ETILENO 0,929 + 1,152 = 2,081 1,046 98,9
PREGOS, PARAFUSOS E REBITES 0,457 + 0,473 = 0,930 0,499 86,4
FIOS TÊXTEIS 0,712 + 0,720 = 1,432 1,004 42,6
ÁCIDOS CARBOXÍLICOS ANIDRIDOS 0,535 + 0,552 = 1,087 0,962 13,0
ELEMENTOS QUÍMICOS INORGÂN. 0,630 + 0,700 = 1,330 0,960 38,5
CHAPAS FOLHAS TIRAS PLÁSTICOS 0,648 + 0,657 = 1,305 0,971 34,4
MÁQUINAS NÃO-ELÉTRICAS MECÂNICAS 0,503 + 0,505 = 1,008 0,888 13,5
EQUIPAM DISTRIB. ENERGIA ELETR. 0,619 + 0,664 = 1,283 0,869 47,6
EQUIPAM MECÂNICO ELEVAÇÃO 0,436 + 0,515 = 0,951 0,774 22,9
SAIS E PEROXOSSAIS DE ÁCIDOS 0,398 + 0,415 = 0,813 0,745 9,1
PIGMENTOS, TINTAS, VERNIZES 0,495 + 0,508 = 1,003 0,758 32,3
PNEU BORRACHA FLAPS CÂMARA 0,572 + 0,615 = 1,187 0,707 67,9
OUTROS ARTIGOS MANUFATURADOS 0,404 + 0,375 = 0,779 0,710 9,7
PRATA, PLATINA E OUTROS METAIS 0,568 + 0,640 = 1,208 0,668 80,8
EQUIPS. ELETR., Ñ-ELETR, DOMÉSTICOS 0,540 + 0,515 = 1,055 0,688 53,3
POLÍMEROS DE CLORETO DE VINILA 0,649 + 0,711 = 1,360 0,508 167,7
MOTOCICLETAS E BICICLETAS 0,443 + 0,461 = 0,904 0,640 41,2
GORDURAS E ÓLEOS VEGETAIS 0,336 + 0,360 = 0,696 0,663 5,0
OUTROS HIDROCARBONETOS 0,484 + 0,594 = 1,078 0,644 67,4
PREPARAÇÕES CEREAIS FARINHA 0,390 + 0,410 = 0,800 0,637 25,6
POLLACETAIS, POLIÉTERES, EPÓXIDA 0,532 + 0,568 = 1,100 0,635 73,2
BOMBAS PARA LÍQUIDOS 0,520 + 0,548 = 1,068 0,627 70,3
OUTROS PRODUTOS QUÍM. ORGÂNIC. 0,367 + 0,405 = 0,772 0,590 30,8
ROLAMENTOS DE ESFERAS 0,412 + 0,430 = 0,842 0,493 70,8
PRODUTOS LAMINADOS PLANOS 0,516 + 0,520 = 1,036 0,569 82,1
MÓVEIS E SUAS PARTES 0,383 + 0,382 = 0,765 0,523 46,3
BEBIDAS ALCOÓLICAS 0,338 + 0,389 = 0,727 0,552 31,7
OUTROS ARTIGOS MAT. MINERAIS 0,390 + 0,400 = 0,790 0,548 44,2
PROPANO E BUTANO LIQUEFEITO 0,476 + 0,520 = 0,996 0,555 79,4
MOTORES/MÁQUINAS Ñ ELÉTRICAS 1,630 + 1,780 = 3,410 0,353 866,0
DEMAIS PRODUTOS 16,259 + 17,120 = 33,379 25,224 32,3
TOTAL 89,813 + 92,339 = 182,152 147,757 23,3

* Importado no 1º semestre + projeção quantidade x preços médios no 2º semestre = Previsão total 2021